Boiadeiros

Conhecendo a liberdade e determinação dos boiadeiros, sei que eles vão e vêm pelas estradas, campos, terras por todo esse mundo levando força e valentia para muitas pessoas.

Nessa linha de trabalho temos muitos nomes: tocadores de viola, peões, vaqueiros e laçadores, mas todos eles são boiadeiros. Em seus momentos de solidão, sempre correndo contra o tempo, e o sofrimento, a intempérie da natureza em suas caminhadas pelos pastos, sempre cantando uma moda ou fazendo prosas para sua amada.

Seu dia-a-dia sempre com seus pensamentos e muitas historias, enxerga além das montanhas e dos grandes pastos, recebendo ensinamentos que poderá compartilhar. Após seu dia de trabalho chega a casa com alegria e força para contar e cantar suas aventuras para sua amada e amigos. Comemorando com um bom churrasco e um grande gole de aguardente, assim festejando mais um dia que se faz.

Boiadeiro caboclo, muitas vezes sorridente e conversador, é bem diferente do índio caboclo, normalmente sisudo e de poucas palavras.

Boiadeiro é um espírito cordial, muito leal e conselheiro. Gostam de manter muita disciplina dentro dos terreiros. Entre muitas de suas habilidades vou citar sua força no descarrego e sua autoridade ao conduzir espíritos desgarrados.

Sempre com amor, boiadeiro leva os espíritos como uma grande boiada, guiando sempre por caminhos, sempre com segurança e esperança de uma grande chegada.

 

Algumas Características

Seus Colares ou guias de trabalho:

Gostam de fitas ou cordões de couro com dentes de animais e sementes. Guias com pedras de cores, dentes de animais e sementes. Também símbolos entalhados em madeiras ou pedras pendurados em seu pescoço.

Roupas e acessórios:

Jaleco de couro, capa, chapéu, bota, faca, canivete, cajado, berrante, cantil, laços chicotes entre muitas outras coisa.

 Bebida:

Aguardente, Cerveja e Café.

Fumo:

Cigarro, cachimbo e cigarro de palha.

Dia da Semana:

Quinta Feira

Cor:

Amarelo, vermelho, marrom e preto.

Comida:

Churrasco, costela, carne de sol, charque, feijão tropeiro, arroz carreteiro, mandioca, amendoim, bolo de fubá, banana, jaca, coco seco, abobora, rapadura etc.